sexta-feira, 20 de maio de 2011

Este também é o teu Blogo

Este é também o teu blogo, faz um comentário e lembra na tua Juventude perdida. Lembra-te nos momentos vividos com os teus camaradas… qualquer coisa que te lembres, não faz diferença. Coloca também as tuas imagens. Vejamos as nossas ou as tuas memórias que todos guardam de ti. Tira as lembranças do baú.

sábado, 14 de maio de 2011

Este relatório não faz parte do batalhão 357

Foi chefe da desminage nos anos 1994/1995.
Passei por duas guerras a colonial e guerra angolana

Este relatório faz parte da minha história como chefe da desminagem da provincia de Benguela
Benguela 1994/95 carta
Hallo Carlos, Hallo Michael!
Primeiramente quero fazer um pequeno relato da situacäo. A viagem até a qui( Uambo) näo foi nada fácil. Primeiro tive que mudar a bomba do gasóleo do camiäo TATRA, um dia perdido.
Depois caí com o Tanque de romover minas num barranco que estava coberto de arbustos, entre duas pontes, isto a conteceu porque eu queria-me desviar num tanque de combate que estava no meio da via ardido. Com isto tudo demoramos um dia para recuperar o nosso taque.
Quando nós chegamos ao local, a onde tinhamos que realizar a remocäo das minas, Fiquei doente com a febre da malária, despois da febre, a máquina de remover as minas anti-pessoal a variou-se, eu estive que soldar a máquina e até melhorei o sistema de romever as minas .
A manhä vamos para Ganda, vái ser muito mais dificil do que aquilo que agente até agora enfrentamos. Nós descobrimos duas minas e muitas municöes e também removemos todos os obstaculos que existiam no camino, sómente o tanque de combat ardido que pertencia ás tropas governamentas esse ficou porque, nós näo temos condicöes para o remover, nós só conseguimos fazer girar a torre do canhäo para outra posicäo, de maneira que näo interrompesse a circulacäo da estrada, para podermos passar com a máquinaria.
A estrada em direccäo para o Ganda está muito minada e cheia de material de guerra destruidos, durante os confrontes. Pelo que estou aqui aver ouve aqui uma grande batalha, eu calculo para desminar e remover os carros destruídos vái demorar uns quatro dias de trabalho.. Aqui vái para o relatório:
Duas mina santi-tanque de grande potenzia.
230 unidades 122 milim BM-21 Raketesa a 65 Kg peso de cada
192 ,, ,, 130 ,, ,, Granadas a 32 Kg munições
185 ,, ,, 122 ,, ,, Granadas a 22 Kg
240 ,, ,, 73 ,, ,, Granadas a 5 Kg
120 ,, ,, 155 ,, ,, Granadas a 20 Kg
967 Munições pesadas com uma forca de destruição 28,72 toneladas
Não se esqueçam de a pontar no livro dos bons services (relatório),
Mandaram-nos para um sitio bastante bom, era uma antiga oficina, com muitos poucos recursos vai funcionar. Tem muito lugar para nós e para o nosso pessoal.
Nós devemos reduzir o estaleiro em Benguela, o mais pequeno possivel sómente como Base.Quanto á disminagem da linha do caminho de ferro de Benguela temos que fazer uma reuniäo com a companhia de camino de ferro, para a sertar melhor as coisas.
O próximo trabalho è a desminagem da estrada Uambo para Ganda direcäo a Chogoroi e a estrada até a Lumbago. Depois disto tudo a estrada para o Cubal e depois para Xanggongo. È mais perto daqui para xangongo do que de Benguela. De Benguela para Cateque á muitas montanhas.
O camiäo TATRA 8X8 está a dar os ultimos suspiros. O motor está exarcado de óleo e espira óleo por todos os lados só tem duas libras de óleo de presäo, o Cardâ a variou-se näo tem conserto e diferencial partiu-se, e eu preciso urgentemente a TRATA 6X6 que está em Xangongo aqui noUambo custo o que custar, è mais barato do que a reparacäo da TATRA 8X8.
Jurgen

Esteve em Angola numa Organização Humanitária como chefe da desminagem em 1994/1995. essa era a minha função na ajuda humanitária fez bem há minha alma, redúzio 60% o meu estresse de guerra. Tenho entrevistado muitos camaradas e todos eles dizem que gostariam de visitar Africa e de fazerem algum trabalho a favor da população, que iria fazer bem às suas almas!
O “Tabuas” no convívio do Batalhão em Pombal, disse-me que eu, não devia publicar coisa pessoais, mas sim sobre o Batalhão. Este espaço é para todos nós contarmos a nossa história, desabafar o bom e o mau. Eu sou o administrador deste Blog. se não fosse eu este site não existia.